sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Eu te amo...


Descobri que te amo hoje, como nunca te amei. Não que não tenha te amado sempre; mas meu amor não era capaz de entender o quanto você já me amava.
Percebi que te amo tanto, que se esse amor não fosse assim, como é, não teria me trazido de volta para você. Ou será que foi o seu amor que te pôs no meu seio? É que é tanto amor, que eu nem sei... Não sei mais se sou eu, ou se é você...

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir